Credo do Defensor

From Criminal Defense Wiki
Jump to: navigation, search

Credo do Defensor

Eu sou um defensor público/advogado de defesa

Eu sou o guardião da presunção de inocência, ao devido processo legal e ao julgamento justo

Para mim é confiada a preservação destes princípios sagrados

Irei promulgá-los com cortesia e respeito, mas não com subserviência e medo

Pois eu sou partidário; eu sou advogado de defesa.

Não deixarei ninguém que se opor a mim se esquecer que lutarei pelos os meus clientes com toda a fibra dentro de mim.

Meus clientes são os indigentes acusados

Eles são os solitários, sem amigos.

Não há ninguém para falar por eles, além de mim.

Minha voz será erguida em sua defesa.

Irei resolver todas as dúvidas em seu favor.

Este será o meu credo: esta é a Regra de Ouro.

Vou procurar elogios e aprovação apenas da minha própria consciência.

E se acima da minha própria morte há pessoas solitárias que se beneficiaram, meus esforços não serão em vão.

- James Doherty, 1957


See The Role and Responsibility of a Criminal Defense Lawyer/pt